Restaurante Tambaqui de Banda – Manaus

Terceira parte da minha saga à selva amazônica. Sábado de manhã cedo, dia 22/11, tomamos mais um farto café da manhã na Pousada Tarântula e pegamos o taxi de volta para Manaus.

No caminho, o taxista (Dias) nos falou de um tradicional café da manhã na estrada, já chegando em Manaus, que vivia lotado e que servia uma famosa tapioca de tucumã, “vocês nunca comeram??? Pois precisam experimentar! é deliciosa!”, ele nos disse enfaticamente. Não resistimos e pedimos para ele parar no tal restaurante.

Pedi a tapioca indicada por ele, de tucumã, mas primeiro ele fez questão que eu experimentasse um pedaço da fruta, para sentir o sabor. O tucumã é uma palmeira. Dela se retiram palmitos, frutos, a madeira para fabricar brincos e outros utensílios, e sementes de onde se extrai um óleo utilizado na cozinha. Ou seja, a palmeira é totalmente aproveitada. O fruto não é muito doce, textura fibrosa e consistente. Me lembrou pequi, outro fruto de palmeira, típica do cerrado brasileiro.

Tapioca gigante de tucumã

Tapioca gigante de tucumã

A tapioca era enoooooooorme, nunca vi nada igual! Comemos nós três e ainda sobrou. O Dias também pediu o “pé-de-moleque”, diferente do que é feito no Nordeste. Mas é também uma espécie de bolo de mandioca, com castanha-do-pará, só que assado na folha de bananeira. Achei muito saboroso! Aproveitei também e tomei um delicioso suco de cupuaçu. Explorei as comilanças que tinham pra vender por lá, como “charque” (mistura de carne seca, farinha, cebola, tudo misturado e refogado, como uma farofa), bombons de cupuaçu e castanha-do-pará, tucupi (caldo amarelo extraído da mandioca brava, cozido e fermentado por dias e utilizado em alguns pratos típicos), além de farinhas de mandioca de vários tipos.

Em sentido horário: Pé-de-moleque, suco de cupuaçu, charque e tucupi.

Em sentido horário: Pé-de-moleque, suco de cupuaçu, tucupi e farofa de charque.

Seguimos para Manaus onde nos encontramos com uma sobrinha e seu namorado. Como já estava quase na hora do almoço, rumamos para o centro da cidade, até o Largo de São Sebastião, onde fica o Teatro Amazonas, inaugurado em 1896. Ele tem uma bela cúpula e é um símbolo de Manaus.

Teatro Amazonas e sua cúpula colorida, símbolo de Manaus

Teatro Amazonas e sua cúpula colorida, símbolo de Manaus

Ao lado do Teatro, há alguns restaurantes. Fomos ao “Tambaqui de Banda“. O nome já diz tudo. A especialidade da casa é o tambaqui (peixe) assado na brasa, acompanhado de baião de dois e vinagrete. Você pode pedir o Banda Pequena, Média, Grande ou Super Banda, dependendo da quantidade de pessoas. De entrada, eles nos ofereceram o bolinho de “pirarucu de casaca” (prato típico, que leva o pirarucu salgado, farinha de mandioca e banana-da-terra frita) e claro que aceitamos. Estava muito bom!!

Depois pedimos a Banda Média de Tambaqui, que dá para três pessoas. Excelente!!

Bolinho frito de pirarucu de casaca do Tambaqui de Banda

Bolinho frito de pirarucu de casaca do Tambaqui de Banda

Banda Média de Tambaqui, para três pessoas

Banda Média de Tambaqui, para três pessoas

Costela de tambaqui assada na brasa

Costela de tambaqui assada na brasa

Restaurante Tambaqui de Banda, ao lado do Teatro Amazonas

Restaurante Tambaqui de Banda, ao lado do Teatro Amazonas

 

De lá, fomos até o café no interior do Teatro Amazonas, onde comi um brigadeiro tradicional e onde meu marido e sobrinha tomaram um café, que, segundo eles, estava com sabor de café velho e requentado… :|. Por sorte, o brigadeiro estava bem bom.

Brigadeiro do café do Teatro Amazonas

Brigadeiro do café do Teatro Amazonas

Neste dia ainda tivemos disposição para jantar num restaurante árabe, chamado Sarah, cuja comida estava muito bem feita e saborosa, com destaque para o babaganoush (e olha que falo com conhecimento de causa), e cuja dona (a Sarah) é super simpática. Recomendo demais!

No próximo post, contarei minha experiência no Banzeiro, um dos melhores restaurantes de Manaus. Volte aqui pra conferir!

Restaurante Sarah em Manaus

Restaurante Sarah em Manaus

 

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Restaurante Tambaqui de Banda – Manaus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s