Arquivo de Tag | Santa Catarina

Carnaval em Santa Catarina – Parte 3

Nesta viagem conheci muitas praias. Uma das mais bonitas fica em Porto Belo – SC, município vizinho a Bombinhas, chamada “Praia do Estaleiro”. A uns 6 km do centro da cidade, é um verdadeiro refúgio selvagem (temos que considerar que era quarta-feira de cinzas, rsrs). Alguns passeios de barco também levam turistas até lá. Não sei nas baixas temporadas. Há uma pousada na beira desta praia, com chalés que me pareceram fantásticos, com dois pavimentos, churrasqueira e vistas privilegiadas da praia. Há também um barzinho na beira da praia, que talvez seja do próprio hotel, não sei. Ao menos garantiu a cerveja gelada e o tira-gosto. Apesar de que os pastéis de camarão que pedimos estava completamente sem graça…

Praia do Estaleiro - Porto Belo, SC

Praia do Estaleiro – Porto Belo, SC

Neste mesmo dia, à noite, preparamos na casa de meu irmão uns mexilhões frescos inesquecíveis. Só na água e sal. Temperos básicos na hora de comê-los: limão, sal e pimenta-do-reino moída na hora. Nunca comi mexilhão igual. Os comprados nas feiras são todos despedaçados, não tem nem comparação. E o melhor de tudo, baratíssimos! 7kg dos mariscos custaram a bagatela de 21 reais!!!

Mexilhões frescos

Mexilhões frescos

Dia seguinte, já pós-carnaval, quinta-feira, seguimos para Florianópolis. Ano passado estive lá (veja o post que escrevi ano passado aqui). Mas não conheci na ocasião as praias do norte da ilha. Fui dessa vez com esta intenção. Me hospedei no Hotel Sonho Meu, em Canasvieiras, uma das praias do norte. O hotel é bem localizado e o quarto é satisfatório (cama de casal mais uma de solteiro), mas achei estranho o frigobar vazio. Tem piscina e um bom café da manhã. Chegamos cansados nesse dia e só caminhamos pelas redondezas, que aliás, possui um comércio bom e muitas opções de bares e restaurantes.

Praia do Santinho (à esq) e Praia Brava, em Florianópolis

Praia do Santinho (à esq) e Praia Brava, em Florianópolis

Na sexta-feira fizemos um tour por todas as praias, incluindo: Santinho (linda!), Ingleses, Brava (muito bonita!), Lagoinha do Norte (ótima para banho), Jurerê, Jurerê Internacional (o que são aquelas mansões, meu Deus?!!) e a mais selvagem de todas, Daniela, com águas bem calmas, já no início do mar de dentro. Este tour fizemos de carro, super tranquilo, mas começamos cedo, pra dar tempo de vermos tudo.

Praias de Jurerê Internacional (à esq.) e Daniela, em Florianópolis

Praias de Jurerê Internacional (à esq.) e Daniela, em Florianópolis

Como já era hora do almoço, seguimos uma recomendação do meu irmão, e fomos até Sambaqui (mar de dentro), onde há um pólo gastronômico. Muitos bares e restaurantes de frutos-do-mar. Ficamos no Delícias do Mar, onde comemos ostras (a gente não cansava! haha, mas essas eram bem pequenas) e pastéis de berbigão, pequeno marisco local. De principal, comemos um bom camarão à moda tropical, com frutas em conserva (abacaxi, pêssego, figo). Muito bem servido, dá pra quatro fácil. O restaurante tem mesas na orla, para quem prefere algo mais informal, para beliscar e tomar umas cervejas. Há muitos outros restaurantes na região, alguns mais sofisticados, inclusive.

Sambaqui, restaurante Delícias do Mar, ostras, pastel de berbigão e camarão tropical

Sambaqui, restaurante Delícias do Mar, ostras, pastel de berbigão e camarão tropical

Se você ainda não leu a primeira e segunda partes dessa viagem, clique nos links: Carnaval em Santa Catarina Parte 1 e Carnaval em Santa Catarina Parte 2

Agora estou na expectativa da minha viagem para Recife. Dia 28 deste mês estou partindo para 5 dias de puro deleite gastronômico. Casa de mãe sabe como é né… mas quem vai cozinhar sou eu!!

Carnaval 2015 em Santa Catarina – Parte 2

Praia da Tainha, Bombinhas - SC

Praia da Tainha, Bombinhas – SC

Segunda-feira de carnaval, o sol resolveu sair em Bombinhas, Santa Catarina. Aproveitamos para conhecer uma praia que não conhecíamos, de difícil acesso, mas classificada com três estrelas pelo Guia Quatro Rodas, a chamada Praia da Tainha. A estrada que leva até ela começa na Praia da Conceição. A partir deste momento, é só barro até lá, com alguns trechos bem ruinzinhos, mas tranquilo. Nosso carro (alugado) era um Fox, 1.0, e passou fácil. Lá há pouca infraestrutura, mas tem um bar com sanitários, bebidas e comidinhas. Não comemos nada, só ficamos na cerveja. Guardamos nosso apetite para as ostras do Berro d’Água, restaurante tradicional em Bombinhas (Praia de Zimbros) e também indicado pelo Guia Quatro Rodas, com 2 garfos.

Restaurante Berro D'água, Praia de Zimbros, Bombinhas - SC

Restaurante Berro D’água, Praia de Zimbros, Bombinhas – SC

Marguerita servida no Berro D'água

Marguerita servida no Berro D’água

O restaurante fica à beira-mar, com opções de mesas na praia, na varanda coberta ou na parte interna. Estava tocando música ao vivo muito agradável, só mpb. Ambiente típico de praia, rústico. Atendimento simpático e eficiente. Para bebericar, pedi uma “marguerita”, coquetel mexicano feito com tequila, licor de laranja, suco de limão e uma borda de sal. Estava ótimo. E as ostras, depois de nos garantirem que eram frescas, arriscamos uma porção. Perfeitas no sabor, embora não muito grandes. E servidas com molho shoyu, diferentemente do que vemos normalmente com limão, azeite, pimenta e sal. Adorei a novidade. Mas basta um leve toque do molho. E nem precisa de sal.

Ostras do Berro D'água

Ostras do Berro D’água

De prato principal, fomos de camarão num molho cremoso de champagne que estava delicioso. Arroz com castanhas e batatinhas pra complementar. Saímos de lá completamente felizes com a manhã de praia e a ótima escolha de restaurante.

Camarão ao molho cremoso de champagne

Camarão ao molho cremoso de champagne

Na terça-feira, o dia amanheceu bem chuvoso. Decidimos apostar num restaurante diferente. Encontrei umas indicações no Tripadvisor e escolhi um contemporâneo, bem rústico, pé-na-areia, chamado Mestre das Águas. Para quem está na praia, a entrada do restaurante é uma imensa moita. Lá dentro, todo o chão é de areia.

Restaurante Mestre das Águas em Bombinhas, SC

Restaurante Mestre das Águas em Bombinhas, SC

O garçom que nos atendeu muito simpático. Contou-nos histórias da região. Pedi um sanduíche de queijo (meu estômago a essas alturas já estava meio ressentido) e meu marido escolheu um polvo com frutas grelhadas. A mistura inusitada até que ficou interessante. O “sanduíche” foi feito com massa de pizza, super fininha, bastante recheada com queijo mussarela. Sem falar no visual dos pratos que eram lindos, como vocês podem conferir.

Polvo com frutas grelhadas e queijo quente na massa de pizza, do Mestre das Águas em Bombinhas

Polvo com frutas grelhadas e queijo quente na massa de pizza, do Mestre das Águas em Bombinhas

Dia seguinte voltamos lá com meu irmão e esposa. Pedimos uns camarões grelhados que estavam muito bons e eles apostaram no salmão com um toque de mel. Ficou delicioso. De entrada, o pão árabe assado na hora é fantástico, servido com uma pastinha de grão de bico, diferente da que eu faço. Senti menos sabor do tahine (pasta de gergelim) e mais do alho.

Camarões grelhados do Mestre das Águas, Bombinhas - SC

Camarões grelhados e pão árabe com homus tahine do Mestre das Águas, Bombinhas – SC

Esses foram os dois restaurantes destaques do meu carnaval. Recomendo os dois. Garantia de uma boa refeição e belos visuais das praias. E ainda tem mais de Santa Catarina no próximo post!! Se você ainda não leu a primeira parte desta viagem, leia aqui.

Praia de Bombinhas vista do restaurante Mestre das Águas

Praia de Bombinhas vista do restaurante Mestre das Águas