Arquivo de Tag | arroz de polvo

Arroz de polvo

Arroz de polvo

Arroz de polvo

Vou começar o ano de 2015 com meu 101º post. E será dedicado a uma receita que fiz neste final de semana passado, em homenagem a um irmão de Recife, que veio passar o réveillon aqui comigo no Rio. Como ele gosta muito de frutos do mar, levei-o até a feirinha da Paulo Barreto (aqui em Botafogo) no sábado e juntos compramos um belo de um polvo, de 2,280 kg. Fresquíssimo!! Aproveitamos e compramos 1/2 kg de camarão cinza graúdo para tira-gosto.

Convidei outro casal de amigos e botei cerveja e vinho branco pra gelar. Ao chegarem, preparei um camarão frito ao alho, pimenta, sal, azeite, manteiga e shoyu que comemos enquanto degustávamos algumas cervejas.

Degustação de cervejas

Degustação de cervejas

Depois fui me ocupar do polvo. Abaixo tem todo o passo-a-passo do preparo do prato pra facilitar a vida de quem quiser experimentá-lo. Ficou muito saboroso, macio, suculento.

Arroz de polvo (serve 6 pessoas)

1 polvo grande de 2 kg aproximadamente (pedir ao peixeiro para limpá-lo)

1 cebola grande para cozimento do polvo

2 xícaras de chá de arroz agulhinha

2 tomates grandes picados

2 cebolas grandes picadas

2 pimentas dedo-de-moça picadas finamente (sem as sementes, senão arderá demais)

Ingredientes do arroz de polvo

Ingredientes do arroz de polvo

1 cabeça de alho (descascar e picar os dentes finamente, ou espremer)

1 colher sopa de azeite de dendê

100 ml de leite de côco

100 g de creme de leite

1/2 maço de cheiro verde (se quiser, coloque mais)

1 colher de sopa de colorau

pimenta do reino moída na hora e sal a gosto

Azeite q.b. para refogar

Polvo grande, ainda cru

Polvo grande, ainda cru

Modo de preparo:

1) Colocar o polvo inteiro (já limpo) numa panela de pressão com um copo de água e a cebola cortada em 4 partes. Deixar cozinhar por 10 min a partir do momento que pegar a pressão. Retirar o polvo da panela, guardar a água do cozimento. Cortar o polvo em rodelinhas de 2 cm aproximadamente. Reservar.

Polvo já cozido e picado

Polvo já cozido e picado

2) Numa panela grande, de fundo grosso, fritar a cebola no azeite, acrescentar o alho e depois o tomate. Refogar um pouco e juntar o arroz e o azeite de dendê. Refogar mais um pouco. Acrescentar o colorau e as pimentas. Neste momento, começar a juntar aos poucos, o caldo do polvo (cuidar para que ele esteja fervente neste momento), com uma concha. Mexendo sem parar.

Caldo do próprio polvo para cozinhar o arroz

Caldo do próprio polvo para cozinhar o arroz

3) Quando o arroz já estiver quase chegando no ponto (ainda um pouco durinho), acrescentar o polvo picado.

Hora de acrescentar o polvo dentro do arroz

Hora de acrescentar o polvo dentro do arroz

4) Quando o arroz já estiver “al dente”, e ainda bem molhado do caldo, acrescentar o leite de coco e o creme de leite. E pra finalizar, acrescentar o cheiro verde picado e apagar o fogo. Servir imediatamente.

Arroz de polvo

Arroz de polvo

Eu servi o prato com um vinho da Nova Zelândia, uva sauvignon blanc, estupidamente gelado. Não é que ficou perfeito?!

Ah! Experimente também o risoto cremoso de camarão com alho-poró!

Vinho branco gelado da Nova Zelândia que harmonizou com o arroz de polvo

Vinho branco gelado da Nova Zelândia que harmonizou com o arroz de polvo

 

Anúncios

Mini arroz

Em 31 de março do ano passado, publiquei aqui um post sobre minha experiência no D.O.M., o famoso restaurante do Alex Atala. Naquela ocasião, eu comi um prato feito com um arroz pequenininho, que eu chamei de “arroz de bolinha”, mas na verdade se tratava do mini arroz. Pois é, se você nunca ouviu falar, saiba que é um arroz brasileiríssimo, desconhecido da grande maioria das pessoas e que começou a ser divulgado pelo Atala e que agora está sendo produzido e comercializado para todo o Brasil através da empresa Retratos do Gosto, em que ele é um dos sócios. Através dessa iniciativa, ele incentiva financeiramente pequenos produtores que por sua vez dão melhor capacitação técnica aos trabalhadores do campo, obtendo um produto de melhor qualidade. Palmas pra ele!!

Mini arroz Retratos do Gosto

Mini arroz (polido e integral) da Retratos do Gosto

Então, semana passada, vi uma propaganda do mini arroz do Atala numa das dezenas de revistas de gastronomia que leio todos os meses. Resolvi procurar no site e descobri que aqui no Rio, por enquanto, só tem pra vender na Delly Gil, na Cobal do Leblon. Fui lá e comprei um pacote do mini arroz polido (tem dele integral), R$ 24,90, 500g (dá para umas 6 pessoas). Segue abaixo receita que improvisei na hora, final de semana passado.

O mini arroz polido cru

O mini arroz polido cru

Mini arroz com polvo, camarão e nirá

1 pacote de 500g do mini arroz polido Retratos do Gosto; 1,5 kg de polvo fresco e limpo; 1kg de camarão cinza fresco, 1/2 xícara de vinho branco, 1/2 litro de caldo de legumes, 50g de nirá picado não muito pequeno, 1 cebola grande picada, 1 cebola para o polvo, 3 dentes de alho para o arroz, 2 dentes de alho para o camarão, 2 colheres sopa de manteiga, pimenta do reino moída na hora e sal a gosto. (Não botei, mas senti falta de uma pimenta dedo de moça…)

Refogar com cebola e alho

Refogar com cebola e alho

Modo de preparo: Cozinhar o polvo na pressão (8 min depois que apita) com um pouquinho de água e uma cebola em fatias. Depois escorrer guardando 1 xícara do caldo. Cortar o polvo em pequenos pedaços. Descascar e limpar os camarões, temperar com dois dentes de alho amassados, sal e pimenta.

Numa panela, colocar azeite e refogar a cebola. Juntar o alho e refogar mais um pouco. Acrescentar o mini arroz, mexer e depois juntar o vinho. Deixar evaporar. Colocar o caldo de polvo reservado e completar com caldo de legumes (ajustar o sal). Na embalagem do arroz, eles informam que para uma porção de arroz, são duas e meia porções de líquido. Enquanto isto, refogar os camarões em frigideira com azeite, juntar o polvo, colocar sal e pimenta. Reservar. Quando o arroz estiver quase pronto (ele tem que ficar al dente), acrescentar o nirá. Ao final, desligar o fogo, juntar a manteiga, misturar rapidamente, acrescentar os camarões e polvos, juntamente com o líquido que sobra do refogado, misturar e servir imediatamente.

Mini arroz com camarões, polvo e nirá

Mini arroz com camarões, polvo e nirá

Não esqueçam que este prato delicado pede um vinho branco. Eu servi com um delicioso espanhol, Marqués de Riscal Rueda 2010, perfeito!!

Vinho que acompanhou o mini arroz

Vinho que acompanhou o mini arroz