Gramado – Parte 2

Um dos passeios turísticos mais famosos da Serra Gaúcha é o da Maria Fumaça (trem a vapor), a partir de Bento Gonçalves. Se você estiver hospedado em Gramado, pode dar uma esticada até lá pra fazer o passeio, ou contratar uma das agências que vendem pacotes que já incluem o traslado. Como estávamos com carro alugado, fomos por conta própria, mas compramos os bilhetes com antecedência na Giordani Turismo, que é a agência operadora deste passeio.

Maria Fumaça na parada estratégica em Garibaldi

A Maria Fumaça faz o percurso Bento Gonçalves – Carlos Barbosa, passando por Garibaldi, perfazendo ao todo 23km, com duração de 1h30min. Ela faz também o percurso de volta, você escolhe se quer a ida ou a volta, de acordo com os horários oferecidos. Só conseguimos bilhetes para o percurso de volta, ou seja, de Carlos Barbosa a Bento Gonçalves. De qualquer forma, você tem que se dirigir a Bento, que é onde começa o seu tour.

Neste dia, deixamos Gramado depois de um café da manhã reforçado no nosso hotel ( leia mais em Gramado – Parte 1). Seguimos então para Bento Gonçalves, a 120km de distância, pouco mais de duas horas de viagem. Chegamos lá por volta do meio-dia e resolvemos almoçar logo, pois o nosso pacote não incluía refeições, iniciaria às 13h e só terminaria às 17h. Foi melhor, assim pudemos conhecer o “Sapore & Piacere“, um ótimo bistrô que descobrimos por acaso. Ele estava oferecendo um menu que incluía um creme de cogumelos, uma mesa de antepastos bem atraente, e um risoto de aspargos com gorgonzola. Queríamos algo muito leve, por isto pedimos para nos servirmos apenas dos antepastos e do caldo (não experimentamos o risoto). Foi uma deliciosa experiência!

Mesa de antepastos do Sapore & Piacere

Num sobrado charmoso, o restaurante oferece um ambiente simples, mas simpático, típico de bistrô. Serviço atencioso, comidinhas leves, saborosas e saudáveis. E ainda fomos depois cumprimentados pelo proprietário e sua esposa, a Chef Márcia. Uma simpatia os dois. Ele nos ofereceu de cortesia uma taça de espumante local.

Ambiente de bistrô do Sapore & Piacere

Pedimos de sobremesa brigadeiros (chocolate tradicional e branco com castanha-do-pará) e uma especialidade da casa, uma espécie de pavê, com biscoitos, chocolate meio amargo e café, acompanhada de sorvete.

Sobremesas do Sapore & Piacere

Se você gostou desse restaurante, veja o que escrevi sobre o Bouquet Garni, em Gramado!

Partimos então para nosso passeio, que começou com uma apresentação teatral, a “Epopeia Italiana”, que conta a história da chegada dos primeiros imigrantes italianos na região sul do país, especialmente, na Serra Gaúcha. Achei bem legal. Depois disso, um ônibus nos levou inicialmente até Carlos Barbosa, onde visitamos uma imensa loja de fábrica da Tramontina (eu queria comprar a loja inteira ;), mas tive que me contentar com uma tesoura de cozinha e algumas espátulas de silicone…).

Loja de fábrica da Tramontina, uma tentação…

Dica: em frente à loja da Tramontina tem uma loja de produtos locais (queijos, embutidos, geléias, biscoitos, etc) que é um paraíso para quem curte essas coisas. Eu comprei um queijo regional tipo grana padano, delicioso.

Deixaram-nos depois na estação de trem da Maria Fumaça, em frente ao nosso vagão (218), e partimos numa viagem bem divertida até Bento. Durante o percurso, há diversas apresentações dentro do trem, performances de músicas e danças típicas. Um barato. Fizemos uma parada em Garibaldi para degustação de vinho e espumante. De lá até Bento, muitas animações para distrair o turista no trem. Um passeio que encanta a todas as idades. Voltamos para Gramado e chegamos exaustos, mas felizes, rsrs.

Maria Fumaça, parada em Garibaldi para degustação e apresentações de música durante o percurso

Há um outro tour para visitar as vinícolas do Vale dos Vinhedos que fica próximo a Bento Gonçalves, mas ficará para uma próxima vez que formos para aquelas bandas. Em vez disso, fiz uma visita a Vinícola Ravanello, pertinho de Gramado, que contarei aqui em breve!

 

 

Anúncios

6 pensamentos sobre “Gramado – Parte 2

  1. Passeio muito interessante, visitando um rincão do nosso país que ainda não conheciam e provando novos sabores, típicos da região. Eu gostaria muito de ter feito esse passeio!

  2. Lu,

    Realmente é como eu me lembro. Infelizmente na mina viagem não consegui comprar o passeio de Maria Fumaça, mesmo com 1 semana de antecedência. Adorei o relato.

    Já tenho pendências para minha próxima viagem a Gramado. Snow Land, Vinícola Miolo e Chandon, Tour Maria Fumaça e alguns outros restaurantes.

    Beijos.

    • Uma pena vc não ter conseguido Bruno. Uma coisa que vi é que várias agências vendem, de forma que se vc não encontra em uma delas, consegue em outras… mas enfim, é bom que tenha uma desculpa pra voltar lá, kkk. Da próxima vez vá no Malbec! E tem a vinícola Valduga!
      Já estou ansiosa para ver o seu blog também, com suas fotos de Gramado e Canela!!
      bjsss

  3. Lu,
    Amei o bistrô, adoro esse tipo de ambiente! E a apresentação dos brigadeiros na colher achei um charme!!
    A última foto do músico tocando ficou espetacular!
    Você e o Bruno estão fazendo uma espécie de bullying comigo, né? hahaha Mas eu amooo acompanhar as viagens de vcs! O sul é um encanto!

    bjks

    • Hahaha, bullying é ótimo!! Mas é por um bom motivo, kkkk. Quem sabe a gente não combina um dia de irmos em grupo para Gramado?! Nós, vocês, o Bruno, Robinho… Ia ser a maior bagunça, hahaha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s