Pernil de porco com Mango Chutney

Você não está cansado de comer peru todos os anos na ceia de natal??! O que é mais importante: manter a tradição ou surpreender nossos convidados com algo diferente?! Muitas vezes a gente se pergunta porque é que temos que preparar um peru assado, quando existem carnes muito mais saborosas disponíveis. Além do mais, essa tradição de comer peru nasceu nos Estados Unidos, onde virou costume comê-los no Dia de Ação de Graças. Eu, particularmente, prefiro porco. Já fiz um leitão assado num natal desses da vida e fez bastante sucesso! Semana passada, aniversário de meu marido, resolvi preparar um pernil, acompanhado de mango chutney, uma das duplas mais extraordinárias que existem no mundo da gastronomia. O mango chutney é um molho feito com manga, originário da Índia, do tipo agridoce e normalmente apimentado. Em breve, estarei produzindo este molho sob encomenda. Vocês ficarão sabendo por aqui!

Dupla perfeita: pernil de porco assado com mango chutney

Dupla perfeita: pernil de porco assado com mango chutney

Vou compartilhar a receita do pernil com vocês, caso queiram ser mais criativos no natal. Mas ele pode ser preparado em qualquer outra ocasião festiva, quem sabe, no reveillon?!

Pernil de porco assado (para 20 pessoas ou mais)

Ingredientes:

1 pernil de porco de uns 5kg (o meu tinha 6kg!)

meia garrafa de vinho branco seco

2 cebolas grosseiramente picadas

1 cabeça de alho descascada

1 Limão

ervas-finas, alecrim, sal, pimenta do reino e umas 5 folhas de louro

Mango chutney para acompanhar o pernil assado (você pode obtê-lo em delicatessens e em alguns supermercados mais sofisticados, inclusive no Pão-de-Açúcar, da Companhia das Ervas).

Pernil de porco temperado e "empacotado" para marinar

Pernil de porco temperado e “empacotado” para marinar

Modo de preparo do pernil:

Dar uma lavada no pernil e passar limão nele inteiro. Com uma faca, fazer uns cortes profundos (até o osso), para o tempero penetrar. Espalhar nele inteiro pimenta do reino moída na hora. Em um liquidificador, bater o vinho com cebola, alho e sal (experimente depois o sal, mas ele deve ficar um pouco acima do ponto ao qual seu paladar está acostumado). Passar essa mistura em todo o pernil, fazendo penetrar nos cortes. Colocar as ervas, o alecrim (fresco ou seco), as folhas de louro. Colocar o pernil e todo o tempero dentro de um saco plástico grosso e fechar, de forma que toda a superfície do pernil fique em contato com o tempero. Deixar na geladeira por dois dias (mínimo 36 horas), tendo o cuidado de de vez em quando, dar uma virada de lado, para melhor distribuir o tempero.

Pernil com seu tempero, dentro da assadeira forrada

Pernil com seu tempero, dentro da assadeira forrada

No dia que for assá-lo, retirar da geladeira e deixar ficar em temperatura ambiente. Forrar uma assadeira com papel alumínio (lado brilhoso fica em contato com a carne), passando bem das laterais, de forma que dê para depois envolver todo o pernil (eu tive que “emendar” três folhas de alumínio, uma na outra). Deitar o pernil e toda a vinha-d’alho, em cima do alumínio, na assadeira. Retirar as folhas de louro, que ressecam. Fechar o alumínio, deixando um pouco de espaço ainda dentro, para se formarem os vapores que irão cozinhá-lo. Faça uma espécie de envelope, todo lacrado, mas não muito apertado (como na foto abaixo).

Pernil "embrulhado" em alumínio, pronto para entrar no forno

Pernil “embrulhado” em alumínio, pronto para entrar no forno

Colocar em forno médio-alto (ajustei em 220°) e deixar cozinhando por 3h30min. Para um pernil de 5kg, acredito que 3h já sejam suficientes. Depois abrir o papel alumínio, de forma que ele possa dourar por fora. Mas até dourar, é importante abrir o forno de vez em quando para banhá-lo com o caldo que se formou na assadeira. Dessa forma ele não ficará desidratado. Deixar mais 1:30h dourando, ou até o ponto que você julgue suficiente.

Pernil pronto, dourado

Pernil pronto, dourado

Ao final, colocar o pernil em uma bandeja grande e o caldo em uma molheira (desprezando a parte da gordura que derreteu). Fatiar, e dispor as fatias em volta do pernil. Servir com o caldo e o mango chutney, que vai dar um toque especial.

Pernil assado e fatiado e Mango Chutney

Pernil assado e fatiado e Mango Chutney

Eu ainda servi como acompanhamento um arroz ao curry (arroz básico com acréscimo de curry em pó na hora que botar a água do cozimento), uma salada com molho agridoce de laranja e gengibre (suco de laranja reduzido no fogo, azeite, vinagre, toque de gengibre ralado, um pouco de mostarda amarela e sal), uma batata ao murro (com azeite, alho frito e parmesão ralado) e uma farofa de cebola, alho e bacon bem amanteigada.

Salada com manga e nozes, e batatas ao murro

Salada com manga e nozes, e batatas ao murro

E ainda tive disposição para fazer uma sobremesa que todos adoram: brigadeiro de colher :-P. Claro que pode ser feito de véspera. Só deixe os confeitos para botar na hora de servir, assim não perdem a crocância.

Brigadeiro de colher

Brigadeiro de colher

Foi um sucesso total! Não é muito trabalhoso e garanto que todos irão gostar. Experimente!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s