Heidelberg e Ludwigsburg

Heidelberg - Alemanha

Heidelberg – Alemanha

Heidelberg é uma cidade cheia de encantos, esta. Uma das mais belas que conheci nesta viagem. Ficamos hospedados num pequeno apartamento, com um janelão ao lado da nossa cama, uma mini-cozinha toda equipada e banheiro bem espaçoso (Boarding House Heidelberg). O único porém é que por distração minha, aluguei um apartamento em que não havia wi-fi, a internet era a cabo… Mas pra compensar, a localização era boa, pois nem precisávamos pegar transporte para chegarmos ao centro da cidade. Quinze minutos de caminhada e já estávamos em plena Hauptstrasse, a principal rua de compras e badalações. Não é uma cidade sofisticada como Frankfurt, ela guarda um certo ar de cidadezinha de interior, até porque não deve ter mais que 150 mil habitantes. Caminhamos pelo centro e atravessamos a “Alte Brücke” (ponte erguida no final do séc 18) até a outra margem do rio Neckar, de onde tínhamos uma bela vista do Castelo de Heidelberg no alto da montanha. Aí não deu outra, o estômago começou a reclamar.

Voltamos para o centro, e nas cercanias da Catedral encontramos um pequeno restaurante, o “Café Knösel”, duas moças simpáticas serviam as mesas. Escolhemos o mesmo prato, medalhões de carne de porco fritos, com molho encorpado de champignons e acompanhado de “spätzle”, famosa massa caseira alemã, imperdível para quem visitar o país. A cerveja de trigo que tomei de entrada foi perfeita para refrescar e abrir ainda mais meu apetite (como se precisasse!).

Cerveja de trigo em Heidelberg

Porco ao molho de cogumelos com spätzle

De sobremesa, não resisti: “apfelstrudel”, pela qual me apaixonei desde a primeira garfada, lá no começo da viagem, em Rüdesheim (leia mais aqui). Esta sobremesa foi servida com sorvete de baunilha (de baunilha mesmo, a fava) e uma calda de hortelã, fugindo um pouco da tradicional com chantilly. Ficou perfeita!!!

Apfelstrudel com sorvete de baunilha

Apfelstrudel com sorvete de baunilha

Em Heidelberg, não se pode deixar de visitar seu castelo. Construído no período medieval, foi ampliado diversas vezes, entre os séculos XIII e XVII, às margens do rio Neckar. Ele tem uma longa história de destruições e reconstruções, sofreu incêndios e ataques com bombas. Hoje em dia possui uma mistura arquitetônica interessante e oferece ótimas vistas da cidade.

Ah, se você for visitá-la e quiser dicas úteis, dá uma olhada no post que um amigo escreveu em seu blog “O Marco da Viagem“.

Gravura antiga que ilustra o Castelo de Heidelberg

Gravura antiga que ilustra o Castelo de Heidelberg

Antes de chegarmos aqui, dormimos uma noite em Ludwigsburg, próxima a Stuttgart. A intenção era conhecermos o famoso Palácio de Ludwig (Eberhard Ludwig, 10º Duque de Wurttemberg, que reinou entre os séculos 17 e 18), cuja construção foi iniciada em 1704, inicialmente como uma base para caçadas, e depois foi sendo aumentado até que tornou-se um palácio super complexo e gigante. Ele tem um imenso jardim. Felizmente, este palácio não foi destruído durante a 2ª GM, como quase tudo na Alemanha…

Palácio de Ludwigsburg

Palácio de Ludwigsburg

Nesta cidade tivemos um almoço com sabor de comidinha do interior: cordeiro cozido com batatas, minha opção, e fígado de boi, do Cláudio. A dona do bistrô era uma senhora muito simpática, que falava muito pouco inglês, mas ficou surpresa quando descobriu que éramos brasileiros. Um senhor que estava na mesa ao lado, também ficou surpreso e disse que gostava muito do Brasil.

Cordeiro cozido com batatas

Cordeiro cozido com batatas

Fomos bem tratados em todos os lugares por onde andamos nesta viagem, na Alemanha, na França ou Suíça. Nem sempre encontrávamos quem falasse inglês, mas a maioria se esforçou à beça, rsrs. Em Ludwigsburg uma portuguesa foi nossa salvação no hotel que ficamos!

Anúncios

4 pensamentos sobre “Heidelberg e Ludwigsburg

  1. Lu, estou encantada com seu blog. Parabéns, querida. E muito feliz pelo encontro de ontem. Obrigada mesmo pelo aconchego de sua linda casa e as delícias do jantar. Já me inscrevi e vou te acompanhar com alegria. meu carinho.

    • Obrigada, Ci!!! Fiquei muito feliz por vc ter ido lá em casa, foi muito bom termos nos “reencontrado”, rsrsrs. Não vamos perder contato. Beijo grande e obrigada por me “seguir” aqui!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s