Cidade do Porto

Famosos barcos "rabelo" que transportavam vinho do Porto, no rio Douro

Famosos barcos “rabelo” que transportavam vinho do Porto, no rio Douro

Hoje vou levar vocês até a cidade do Porto, em Portugal, uma cidade encantadora, principalmente para os amantes de vinho do Porto. Confesso que eu nem era fã deste vinho, mas não porque não gostasse dele, mas simplesmente por não ter lhe dado importância (até agora). Vinho que vim a experimentar ainda criança, nos dias em que tomava chuva ao voltar da escola… Meu pai era médico e acreditava (ele estava certíssimo!!!) que o vinho do Porto cortaria qualquer gripe que sonhasse em se instalar. Não sei de que marca era, nem há quanto tempo ele estava ali guardado no armário da sala… Agora, mais de 30 anos depois, tendo oportunidade de conhecer a fundo, e in loco, todos os detalhes da fabricação desse vinho tão especial, e tendo degustado alguns diferentes tipos, não o dispensarei jamais! Levanta qualquer sobremesa!

O dono do restaurante A Grade e a senhora simpática que nos atendeu

O dono do restaurante A Grade e a senhora simpática que nos atendeu

Mas vamos lá. Eu e meu marido chegamos em Porto no último dia 15 de outubro à tarde. Deixamos nossas coisas no hotel e pegamos logo uma dica para almoçarmos. Estávamos famintos. Fomos no pitoresco restaurantezinho familiar “A Grade” (Rua de São Nicolau, 9), na Ribeira. Pequenino e aconchegante, com ótimo atendimento. A senhora que nos atendeu (cuja vó era de Minas Gerais!!)  trouxe de entrada um polvo ao vinagrete que estava muito bom, super macio. De principal comemos um excelente bacalhau e camarões grelhados com arroz de grelo (uma folha!!!! muito utilizada pelos portugueses, kkkkk). E pra fechar, um “leite creme”, tipo um crème brulée.

Vinagrete de polvo d'A Grade

Vinagrete de polvo d’A Grade

Bacalhau crocante com batatas (Bacalhau à Grade)

Bacalhau crocante com batatas (Bacalhau à Grade)

Camarões grelhados

Camarões grelhados

 

"Leite creme", sobremesa muito tradicional portuguesa

“Leite creme”, sobremesa muito tradicional portuguesa

Dia seguinte, fomos então conhecer as famosas vinícolas que ficam em Vila Nova de Gaia, em frente a cidade do Porto, do outro lado do rio Douro. Decidimos ir primeiro até a Taylor’s, por indicação de amigos e reportagens que li. Uma super estrutura para receber turistas. Um tour bem organizadinho, mas infelizmente peguei em inglês e perdi alguma coisa. Além do que, o grupo era grande e terminei um pouco dispersa. Degustamos 3 vinhos do Porto: um branco, mais gelado, logo de entrada; depois um tinto do tipo clássico Ruby, que são armazenados nos “balseiros”, imensos tonéis de madeira, que guardam em torno de 30 mil litros de vinho; e um terceiro, tinto, clássico do tipo Tawny, que são armazenados em barricas de carvalho, normalmente francesas. Ficamos aí já maravilhados. Vinhos frescos, com sabores frutados e amadeirados que desconhecíamos, pois só lembrávamos daqueles vinhos guardados nos armários há tantos anos por nossos avós…

Degustação de vinhos do Porto na Taylor's

Degustação de vinhos do Porto na Taylor’s

Vinhos do Porto da Graham's

Vinhos do Porto da Graham’s

 

Segundo dia foi a vez do tour na Graham’s, que valeu cada gota de suor que derramamos, pois pra chegar lá a pé foi complicado, kkkkk. Escolhemos um tour que incluísse uma degustação mais especial: um six grapes reserve, um tawny 10 anos e um tawny 30 anos. Ai, ai, ai…. caí de amores…. Todos divinos e maravilhosos, quanto tempo perdi meu Deus!!!

Barricas de carvalho francês abarrotadas de vinho do Porto (Tawny)

Barricas de carvalho francês abarrotadas de vinho do Porto (Tawny)

Mas a glória veio depois, quando fomos ao Café Majestic, tradicionalíssimo e imperdível na cidade, e pedimos uma “rabanada” e um “toucinho do céu” acompanhados de vinho do Porto Tawny 10 anos… surreal!!!! A sobremesa se já era maravilhosa ficou muuuito melhor com aquele Porto mágico!!!

Rabanada do Cafe Majestic, em Porto

Rabanada do Cafe Majestic, em Porto

No próximo post não percam!! Um delicioso jantar num restaurante contemporâneo do Porto.

 

Anúncios

4 pensamentos sobre “Cidade do Porto

  1. Hoje entrei no seu blog e li tudo que vc escreveu.Fiquei com vontade de voltar a Portugal que eu conheci tão pouco e há tanto tempo.Além disso apreciei ver os acepipes lusos que gostaria de experimentar e o vinho do Porto que lá deve ser mais gostoso.O que vc tomava quando era criança e levava chuva , não devia ser dos melhores.Adorei entrar no seu blog.

    • Nunca é tarde para viajar, mãe!! mas se vc não quiser viajar até lá, posso fazer acepipes lusos quando vc vier me visitar aqui no Rio! Que acha da idéia?!! Aprendi inclusive a fazer um pastel de Belém que é uma delícia…. Beijão!!

  2. Pingback: Portugal – um enfoque gastronômico | Sempre Na Viagem

  3. Pingback: Portugal - um enfoque gastronômico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s