Almoço de domingo para os padrinhos do casamento de meu enteado

Domingo passado eu realizei uma grande façanha: preparar um almoço para quase 30 pessoas.

IMG_2197Sempre que preparo jantares ou almoços em minha casa, costumo convidar até 12 pessoas, talvez 15, mas jamais me aventurei a cozinhar para 20, e nunca imaginei que conseguiria encarar 30!! Mas sempre há uma primeira vez e eu não poderia deixar de atender ao pedido de minha futura nora, Amanda, e do meu enteado, Rodrigo, pessoas de quem tanto gosto. Os convidados eram todos padrinhos, madrinhas, maridos, namoradas, etc, do casamento deles, que se realizará no dia 01 de outubro deste ano.

Para facilitar as coisas, resolvi escolher um prato relativamente fácil de fazer, um strogonoff. Mas um strogonoff no “capricho”, com direito, a ingredientes como páprica, champignons e conhaque. De acompanhamento, escolhi um arroz de açafrão, uma musseline de batata baroa e uma salada, esta última preparada por Hilda, a mãe da Amanda. Tudo ficou perfeito, felizmente. Ao menos, foi o que concluí, tendo em vista que não sobrou quase nada!

IMG_2268

 

Modo de preparo do Strogonoff

Para preparar o strogonoff, eu cortei em tiras pequenas 10kg de carne (file mignon), piquei 10 cebolas médias, uns 15 dentes de alho, bastante cheiro verde, separei um pouco de páprica, pimenta do reino, sal, 1,5kg de champignon em conserva picados em fatias, 2 latas de tomate pelatti, 200g de ketchup, 1 xícara de conhaque, 1 litro de creme de leite fresco, 1 caixinha de creme de leite.

Primeiro fritei toda a carne, aos poucos, numa frigideira com óleo quente. Temperei (depois de frita) esta carne com pimenta do reino, sal e páprica. Depois levei ao fogo o alho, cebola, e champignons com azeite. Acrescentei a carne, o conhaque e deixei secar um pouco. Depois coloquei os tomates pelatti batidos no liquidificador, com o próprio suco, o ketchup, e por último os cremes de leite. Para finalizar, o cheiro verde. Está pronto para servir.

Uma delícia com a musseline de baroa. Faça um purê de baroa (mandioquinha), não esquecendo de colocar um pouco de noz moscada e creme de leite fresco. Depois passe num multiprocessador, deixando-o bem macio.

Sirva ainda um arroz de açafrão. A salada é fundamental para contrabalançar, rsrsrsrs. Ah! servi também aquela batata palha “extra fina” da Yoki que combinou perfeitamente.

IMG_4851

IMG_4854

 

Todos os comensais!

Todos os comensais!

 

Anúncios

9 pensamentos sobre “Almoço de domingo para os padrinhos do casamento de meu enteado

  1. Aí, você lê que ela resolveu fazer um prato “fácil”, cortando em tirinhas 10 (dez) quilos de carne, assim, facinho, né, só dez quilos de carne em tirinhas, super-prático, rsrsrsrs. Eu fiz um pro almoço de hoje, mas cortei só 2 quilos de carne, e eu devo confessar que gosto de strogonoff só por causa do champignon. Mas o meu foi simplezinho, porque eu detesto cozinhar, diferente de você, né, Lu?

    • Oi Lidi, o que vale é vc gostar do que está fazendo, independente de ser “simples” ou “complicado”! Tem que colocar amor na comida que vc está preparando. Isto é o mais importante. Grande beijo!

  2. Poxa! Revistando o site nessas férias de julho, tive a excelente surpresa de relembrar um dia tão especial proporcionado pela minha chef amada e talentosíssima, Luciana! Obrigada, mais uma vez, por nos deliciar com seus pratos feitos com tanto capricho e carinho!!! Sem-puxassaquismo: amo muito sua comida por n fatores!

  3. Pingback: Restaurante Dona Irene – Teresópolis | Na mesa com Lu Hazin

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s